Surfcupe

ENTREVISTA

Voltar 02/09/2016

Fabio Gouveia fecha parceria com o pernambucano Junior Lagosta.

clique para ampliar

Representante brasileiro nas décadas de 80, 90 e nos anos 2000, o paraibano Fabio Gouveia nos deu muitas alegrias quando competia profissionalmente no WCT, e foi grande espelho dessa nova geração tupiniquim, que nos estão dando muitas alegrias no circuito mundial de surf. Gouveia agora vem em uma nova fase onde ataca de shaper e assina as pranchas FG Surfboards. É patrocinador do pernambucano Junior Lagosta. E aqui no SurfCupe conta um pouco de sua transição como shaper, e sua parceria com o atleta. 

 

Desde o começo Gouveia vive nesse universo que é o surf e logo no início, já vivia dentro das oficinas de pranchas. “Quando pirraia(garoto) gostava de carrinho e já um pouco maiorzinho, pintou esse lance de prancha e fiquei fissurado, foi quando Paulo Bala das pranchas Swell lá na Paraíba, me deu o meu primeiro patrocínio e me iniciou, me levando para a fabrica de pranchas dele e foi me ensinando as coisas, tipo: lixar, consertar minhas pranchas... Foi aí que a semente foi plantada e desencadeou tudo.” Destaca: F. Gouveia.

 

“Quando comecei a competir no circuito mundial, a Teccel - fabrica de blocos (Era Surf Blanks), estava sendo fundada por Fernando Câmara e Zezito Barboza. Já estava com o patrocínio da Custon, tinha meu cunhado Alexandre Roichman, que tinha a Fúria Magia. Quando chegou o ano de 1991 vivia na sala de shaper com Rogerio Bastos (Custon) onde aprendi bastante e em 1993 já tinha feito umas 45 pranchas entre campeonatos e viagens. Só que, me tomava muito tempo, más sempre gostava e tinha prazer. Tive que me dedicar a parte física, família e, no entanto, parei, más sempre na ideia de quando parasse de competir iria retomar aos shapers.” Comenta: Gouveia.

 

“Já em 2008, 2009 quando finalizei minha carreira foi quando eu voltei ao shaper. Foi quando pintou uma oportunidade, fui fazer um surf numa praia lá em Santa Catarina e um amigo tinha um pre-shaper feito em DSD, e ele me deu para que eu finalizasse, pois estava achando muito fino para ele e troquei esse pre-shaper por um bloco cru. Na mesma época estava sendo patrocinado pelas pranchas Skull. E voltei a sheipear na mão, onde sempre gostei, que é o espirito de vida do esporte. Ali já na era da maquina fiz um curso com Julio Marques, em Recife. Más na maquina deixei afastado porque gosto de fazer na mão.” Diz: Fabio Gouveia.

 

“Sempre tive em mente de patrocinar um atleta, para investir e evoluir junto. E conheço Lagosta desde ele moleque, que quando morava em Recife e tinha minha casa em Porto de Galinhas. Eu a via surfando em Maracaípe, e em Serrambi e ele me impressionou, surfando ondas grandes com streep de meia, com fio de varal, uma quilha a menos, sem rabeta e sem bico. Ali ele me chamou a atenção, “caramba” esse moleque (Jr. Lagosta) vai surfar muito. E assim que voltei a sheipear tinha ele em mente. Ele estava sem shaper e nós nos unimos pra um ajudar o outro.” Destaca: Fabio Gouveia.

 

Junior Lagosta está em Maresia, aonde vai competir a 2ª Etapa do Maresia Paulista de Surf PRO. O campeonato iria acontecer nesse fim de semana, más por falta de ondas, as baterias foram adiadas para os dias 6 e 7 de setembro. Etapa que vale também pontos para o ranking do Brasileiro de Surf. “Estou treinando forte, as pranchas Fabio Gouveia tá no pé, tô bem acomodado aqui na casa do Miguel Pupo. Estou bem adaptado e motivado para essa etapa”. Fala: Junior Lagosta.   

 

Por: Redação SurfCupe – Texto e Fotos: Marlos Ferraz / SurfCupe.