Surfcupe

NOTÍCIA

Voltar 04/09/2017

Cauã Nunes vence a PRO em Olinda.

clique para ampliar

Em tarde inspiradora por legends do surf pernambucano, Cauã Nunes vence a pro em Olinda.

Grandes nomes do surf se reencontram em Olinda durante as finais do Marands Surf Festival para receber homenagens e revivem a gênesis do surf em nosso estado.


Zepiline, como é conhecida a praia de Zé Pequeno em Olinda, apresentou seu costumeiro desafio a grande quantidade de atletas inscritos este final de semana.
Por tempo de ondas com pouca força exigem que o surfista consiga extrair o máximo de si.  Situação que acirrou ainda mais a competitividade entre os atletas e reafirmou a extrema capacidade da organização de realizar eventos memoráveis.

 

O apoio da Marands e da Argo ao lado da Prefeitura Municipal de Olinda na Administração do Professor Lupércio, através da Secretaria de desenvolvimento econômico, turismo e tecnologia foi vital e imprescindível para a realização deste evento.

 

A homenagem aos atletas que fizeram parte da gênesis do surf pernambucano e brasileiro foi, sem dúvida, um dos momentos mais marcantes.

 

Alemão, Andrea Feeburg, Breno Medeiros, Cézar Bocão, Deco, Dinho, Eduardo Formiga, Fábio Parizi, Fernando Pereira, Bactéria, Gel, Irajá Neto, João Maurício, Juba, Luciana, Lucídio, Marcos Bornait, Marinho, Maurão Lucena, Mateus Sá, Neném, Ney Maranhão, Paulinho Boro, Paulinho Mendes, Paulo Pateta, Paulo Tampinha, Renatinho Mendes, Renato Lisboa Bolinho, Ricardo Cabeça, Robinho, Ruclécio, Tonho, Valencia, Xando, Zé Antônio, Beto Carneiro, Amarelo, Deninho, Sérgio Godoy, Marcio Matheus, Lito (In Memorian), Rogério Medeiros “Gero” (In Memorian), Robson (In Memorian) e Neguinho (In Memorian), foram os nomes lembrados em homenagem pública na área vip do Marands Surf Festival. 
Todos os homenageados (e representantes) receberam das mãos do Vice- prefeito de Olinda, Márcio Botelho e do Secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Tecnologia, João Luiz, uma camisa especial comemorativa com seu nome escrito.  Uma menção a suas posições no hall de honra do surf brasileiro.

 

Dentro d´água, o dia foi de decisões acirradas.  O mar que subiu a partir das 13 horas, abriu espaço para as finais desta etapa válida pelo circuito pernambucano.

Na principal categoria,  Cauã Nunes levou a melhor ao se mostrar mais adaptado as condições  do mar de Zé Pequeno que só permitia uma ou duas manobras rápidas com uma terceira manobra possível apenas se conseguisse conectar com outra onda.

 

A atenção a esta estratégia combinada a rasgadas fortes de e aéreos precisos garantiram a vitória sobre o rival Dayvison Santos, que também se adaptou bem as condições do mar, mas ficou em segundo.

Entre as meninas, Paula Mourão foi a melhor para ficar com o título em Olinda.  Experiente, soube esperar as melhores ondas com paciência para atender os critérios de julgamento.
A categoria feminino veio forte nesta etapa.

Dayvison Santos também comemorou vitória na categoria Open e foi mais presente no pódium.

 

O Marands Surf Festival segue a gora para Maracaipe nos dias 15, 16 e 17 de setembro para o Brasileiro de Longboard.

Por: Redação SurfCupe - Texto e Fotos: Claudio Damangar.